Departamento de História
  • Seleção de monitoria em História Moderna

    Publicado em 22/10/2021 às 11:33

    01 Vaga

    Critérios:

    • Ter cursado a disciplina
    • Aprovação na disciplina, com nota mínima de 7,0.
    • Demonstrar interesse (pesquisa ou trabalho de conclusão) na área de História Moderna
    • Ter disponibilidade de horários

    Como participar:

    • Enviar CV lattes para até o dia 27/10/2021
    • Participar de entrevista virtual, caso receba convocação.

  • Falecimento do Prof. Aníbal Abadie-Arcadi

    Publicado em 17/09/2021 às 14:37

    Anibal Abadie-Aicardi nasceu em Montevideo, 1929. Graduou-se na Espanha em História da América (Universidad Complutense de Madrid) e Direito (Universidad de Salamanca). Foi professor de espanhol na Universität Hamburg e assistente científico da Universität Bielefeld. Foi Titular de História da Cultura Ibérica e Iberoamericana da Universidad de la República (Uruguai) e da UFSC (Brasil). No Departamento de História da UFSC atuou por muitos anos na graduação e pós-graduação, tendo orientado muitos alunos. Aposentou-se em 1993 e, desde então, viveu em Montevideo. Publicou muitos artigos na área de História em periódicos na Alemanha, Espanha, Uruguai, Brasil, França, Argentina e Uruguai. Também publicou poemas. O professor Aicardi faleceu na última terça, dia 14 de setembro em Montevideo, Uruguai, aos 93 anos.


  • Aprovação do Curso de Licenciatura Indígena do Sul da Mata Atlântica

    Publicado em 26/08/2021 às 18:34

    ANÚNCIO DE APROVAÇÃO DE CURSO E NOTA DE AGRADECIMENTO

    É com imensa alegria que hoje, dia 25 de agosto de 2021, comunicamos a aprovação de nosso Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica pela Câmara de Ensino de Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina! Nosso curso agora é permanente nesta universidade! A UFSC também é Indígena! Teremos em nosso curso entradas quadrienais, garantindo aos povos Guarani, Kaingang e Laklãnõ/Xokleng o acesso a um curso específico e diferenciado de formação de professores indígenas para suprir as demandas nas aldeias no fortalecimento dos currículos diferenciados de suas escolas, conforme garante a Constituição Federal de 1988 e legislação infraconstitucional.

    Dia histórico para nós, pois é hoje também que está novamente em pauta no Supremo Tribunal Federal (STF) a retomada do debate e a votação sobre o “marco temporal”, em processo específico de análise da ação de reintegração de posse movida pelo governo de Santa Catarina contra o povo Laklãnõ/Xokleng, referente à Terra Indígena Laklãnõ, onde também vivem indígenas Guarani e Kaingang. O processo tem “repercussão geral” desde 2019, portanto, sua decisão servirá de diretriz para o governo federal e todas as instâncias do Judiciário no que diz respeito à demarcação de terras indígenas no país. Sua importância recai também sobre todas as propostas legislativas referentes aos direitos territoriais dos povos originários.
    O eixo integrador de nosso curso de Licenciatura Intercultural Indígena é Territórios e
    Conhecimentos Indígenas no Bioma Mata Atlântica – reforçando o nosso reconhecimento sobre a importância dos territórios para os povos originários e somando-se à luta por seus direitos territoriais.

    Neste dia de luta e comemoração, agradecemos publicamente a todos, todas e todes na força conjunto em construir o curso de Licenciatura Indígena na UFSC nos últimos 10 anos, em que o nosso curso viu nossa rede crescer na UFSC. Contamos hoje com uma rede de treze Departamentos aos quais oferecemos nossa gratidão: História, Antropologia, Museologia, Direito, Ecologia e Zoologia, Geociências, Metodologia de Ensino, Estudos Especializados em Educação, Engenharia Sanitária e Ambiental, Psicologia, Libras, Artes, Língua e Literatura Estrangeira.
    Também importante ressaltar nosso agradecimento à construção conjunta e ao apoio das Secretarias de Estado da Educação de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, ao PROLIND/MEC, à FUNAI.

    Por fim, ressaltamos o esforço da direção do CFH, do Gabinete da Reitoria, do DEN, da PROGRAD e da Câmara de Ensino de Graduação nesta importante aprovação, tecendo junto com esta coordenação de curso e os 13 departamentos, cursos e docentes que atuam neste grande movimento que marca o compromisso institucional e pessoal em garantir uma universidade pública diversa para todos, todas e todes.

    Equipe de Coordenação da Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica


  • Eleição do Departamento de História | Chapa e instruções de votação

    Publicado em 12/08/2021 às 13:30

    Prezadas e prezados.

    Informamos que houve uma chapa inscrita para a eleição do Departamento de História. A chapa é formada pelas professoras Flávia Florentino Varella (Chefe) e Soraia Carolina de Mello (Subchefe).

    Conforme o edital publicado a votação se dará através de link do Google Formulários. O link será enviado através de email, sendo a votação possível entre as 9h e 17h do dia 16 de agosto. Após as 17h o link será suspenso e contabilizados os votos, com homologação no dia 20 de agosto, em reunião do Colegiado do Departamento de História.

    Quaisquer dúvidas sobre o processo podem ser encaminhas ao email

     


  • Edital para eleição da chefia do Departamento de História

    Publicado em 03/08/2021 às 21:14

    Tornamos público o edital para eleição para chefia do Departamento de História, que pode ser lido neste link.

    Informamos que a consulta pública se dará no dia 16 de agosto de 2021, entre 9h e 17h, através de link enviado para os membros do colégio eleitoral do Departamento de História.

     


  • Fazendo o Gênero 12 | Seminário Internacional

    Publicado em 15/07/2021 às 16:04

    12ª edição do Seminário Internacional Fazendo Gênero será realizada em formato on-line

    No período de 19 a 30 de julho de 2021, o Instituto de Estudos de Gênero da Universidade Federal de Santa Catarina realizará a 12ª edição do Seminário Internacional Fazendo Gênero. Considerando o ainda incerto cenário por conta da pandemia causada pelo Covid-19, a comissão organizadora do Fazendo Gênero 12 tem trabalhado, desde 2020, na adaptação da programação desta edição, que acontecerá excepcionalmente em formato on-line. Devido à ampla programação e às especificidades dos encontros mediados pelo espaço virtual, o FG12 acontecerá durante duas semanas, concentrando sua programação principal entre os dias 26 e 30 de julho, que tem como destaque para as mesas-redondas, conferências e a Marcha Virtual Mundos de Mulheres, que serão transmitidas pelos Canais do Fazendo Gênero no YouTube e poderão ser acessadas, livremente, pelas pessoas interessadas.

    O Seminário acontece desde 1994, reunindo pesquisadoras, estudantes, ativistas, artistas, professoras e interessadas nas questões que envolvem o gênero, as mulheres, feminismos e sexualidades. O tema desta edição é “Lugares de fala: direitos, diversidades, afetos”. A concepção geral do Seminário Internacional Fazendo Gênero 12 coloca-se no debate atual dos feminismos e das visibilidades de minorias, reconhecendo a importância das vozes que falam por si e por um comum compartilhado, reivindicando direitos, quando e sempre que o contexto e a força das mediações as ameaçar de silenciamento.

    Serão mais de dois mil trabalhos científicos distribuídos nos 160 Simpósios Temáticos, 24 sessões de Pôsteres, 34 Oficinas, 8 Minicursos e 35 Mesas-redondas. Além disso, o FG12 terá uma programação cultural, já iniciada com a Mostra Audiovisual e Mostra Fotográfica, que aconteceram em março deste ano. O Canal 1 do Fazendo Gênero transmitirá os trabalhos de artistas e artivistas e também sediará uma série de rodas de conversa nos dias 24 e 25 de julho. A III Exposição Arte e Gênero acontecerá entre os dias 26 de julho a 29 de outubro de 2021 que, nesta edição, acontecerá virtualmente por meio da Plataforma Digital do Espaço Cultural Armazém – Coletivo Elza. Fazem parte da programação também o já tradicional Crianças no Fazendo e a Tenda Mundos de Mulheres.

    Uma das atividades mais aguardadas e de maior destaque do evento são as Conferências. Neste ano, o Fazendo Gênero contará com a presença da socióloga moçambicana Isabel Casimiro (19/07, segunda-feira, às 9h30) que proferirá a conferência de abertura, da escritora brasileira Conceição Evaristo (26/07, segunda-feira, às 16h30), da liderança indígena Sônia Guajajara (27/07, terça-feira, às 16h30), da antropóloga Angela Figueiredo (29/07, quinta-feira, às 16h30). A conferência de encerramento será realizada pela escritora e historiadora angolana Ana Paula Tavares (30/07, sexta-feira, às 16h30). A programação completa e todas as informações podem ser acessadas no site https://www.fg2021.eventos.dype.com.br/programacao.

    Contatos

    Secretaria do Fazendo Gênero

    Website: http://fazendogenero.ufsc.br/12/

    E-mail:

    Redes sociais

    Seminário Internacional Fazendo Gênero – Home

    Fazendo Gênero (@fazendo_genero_12)

    Canais do FG no YouTube

    #paratodesverem: Card com fundo de sequência repetida de figuras geométricas em azul, vermelho, laranja e roxo, que remetem à cultura africana. O logo do FG12 está à esquerda e, à direita, Seminário Internacional seguido da data do evento. Na parte central, à direita, lê-se em azul: “Acesse nossas redes para acompanhar o evento:”, seguido do texto em vermelho “19 a 30 de julho”. À esquerda, lê o texto, intercalando entre vermelho e azul “Facebook: facebook.com/FazendoGenero/ Instagram: instagram.com/fazendo_genero_12/ Email:  Confira quais os canais do FG no Youtube e outras informações no website: http://fazendogenero.ufsc.br/12/“. na parte inferior, as logos: UFSC. IEG. UDESC. CAPES. Fim da descrição.

    Secretaria do Fazendo Gênero
    E-mail: 

  • NOTA DE PESAR

    Publicado em 28/06/2021 às 16:48

    O Departamento de História com pesar compartilha a nota publicada pela Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica sobre o falecimento do professor Dr. Namblá Gakran.

    A Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica da UFSC comunica com profundo pesar a partida do prof. Dr. NANBLÁ GAKRAN no dia 26/06/2021.
    A vida se extinguiu aqui, a passagem se fez num de repente. O choque, a dor, a ausência se estabeleceram e permanecerão na família, na aldeia, na terra indígena, na educação escolar indígena Laklãnõ/Xokleng, na universidade e em muito mais.
    A trajetória foi tanto árdua quanto de muitas conquistas do defensor pioneiro de luta pela valorização da Língua Laklãnõ/Xokleng.
    A Licenciatura Indígena da UFSC presta sua homenagem ao professor de Lingua Laklãnõ-Xokleng da primeira e segunda turmas do Curso. O empenhado professor doutor em Linguística pela UnB, orgulho do povo Laklãnõ-Xokleng, dos povos indígenas no Brasil.
    A Licenciatura Indígena da UFSC se solidariza e deseja conforto, serenidade e força aos filhos e familiares.

    Utate, Nanblá!

    Equipe de Coordenação do Curso Licenciatura Indígena e demais Coordenações anteriores.

    27 de junho de 2021.


  • Seleção de Bolsistas de Extensão

    Publicado em 03/05/2021 às 16:44

    Seleção para bolsistas para projetos de extensão do Departamento de História (Edital 01/2021 – SECARTE/UFSC – Bolsa Cultura)

    Projetos:

    “uyruma.org Museu digital de História Indígena” – Coordenado pela professora Juliana Salles Machado (2 vagas)

    “A IMAGEM no(s) Tempo(s) * um Instagram deExposições de Arte” – Coordenador pela professora Daniela Queiroz Campos (2 vagas)

    Carga-horária: 20 (vinte) horas semanais

    Remuneração: R$ 420,00

    Período: 11 meses

    INSCRIÇÃO: 3 a 6 de maio de 2021.

    VER O EDITAL AQUI


  • Monitoria África | Processo seletivo

    Publicado em 03/02/2021 às 12:44
    A seleção para bolsa de monitoria de ensino para a disciplina HST 7202 será realizada quarta-feira (03 Fevereiro).
    Para a candidatura à monitoria de ensino, deve o/a estudante ter concluída a disciplina com nota de aprovação igual ou superior a 7,0 e ter disponibilidade toda quarta-feira das 18h00 às 22h00 para eventuais atividades síncronas em modo remoto e ainda outros horários para atividades assíncronas e de atendimento online de estudantes.
    Quem pretende candidatar-se à monitoria de ensino na disciplina HST 7202 deve enviar uma carta de motivação para atuar na disciplina de História da África, juntamente com cópia do histórico síntese de graduação. A candidatura deve ser enviada por email () até quarta-feira (03/02) às 17h00, sinalizando em assunto: Monitoria HST 7202

  • Monitoria Brasil Republicano II| Processo seletivo

    Publicado em 02/02/2021 às 17:07

    Seleção para Monitoria para História do Brasil Republicano II (Curso História)

    01 Vaga

    Critérios:

    Ter cursado a disciplina

    Aprovação na disciplina, com nota mínima de 7,0.

    Demonstrar interesse (de pesquisa ou trabalho de conclusão) na área de História do Brasil (Século XX)

    Ter disponibilidade de horários

    Como participar:

    Enviar CV lattes para até o dia 05/2/2021

    Participar de reunião virtual, caso receba convocação.